22 de nov de 2011

Ela era uma zumbi adolescente

Bom, eu não sei por onde começo a história da minha paixão, eu nem sei com quais palavras seria melhor para poder descrever o meu sentimento, bom irei dizer da forma mais simples e amorosa possível: “Tudo começou quando eu caminhava pelo cemitério.
Eu estava visitando meus familiares e entes queridos que já há algum tempo faleceram. Quando eu estava para ir embora, algo me chamou a atenção, o rosto naquela lápide era tão lindo, tão sedutor, resolvi então admirar aquela imagem, todos os dias eu levava rosas a ela, até que um dia, ela se levantou de seu túmulo e veio ao meu encontro.
Bom, eu mal podia acreditar no que eu estava vendo, seu corpo estava em decomposição, mas permanecia muito atraente, eu estava apaixonado por aquela figura, então resolvemos sair para dar uma volta, fomos tomar sorvete, mas o mais interessante é que ela preferiu devorar o sorveteiro, por mim tudo bem, desde que ela esteja feliz.
Estava tudo tão bom, aquela noite linda, a lua cheia irradiando o brilho da escuridão, ela caminhava lentamente, me olhando como se quisesse pular em mim, nossa, como ela me deixava louco, então, já era madrugada quando eu a deixei em seu lar.Voltei para visitá-la no outro dia com um gatinho que eu daria a ela de presente, ela adorou, gostou tanto que até deu uma mordida, aquele verme daquele gatinho entendeu mal as coisas e fugiu, oh meu deus, como ela ficou triste, eu não poderia deixá-la assim, ela parecia gostar dos animais, ou então da carne deles, mas por mim isso pouco importa desde que eu possa vê-la sorrindo, um sorriso sujo e sanguinário, pedindo mais e mais.
Foi então quando eu arrisquei um beijo, ela então parecia ter gostado, estávamos num amasso incrível, eu mal podia acreditar como o beijo dela era tão suave, ela então de um jeito carinhoso pediu para morder o meu rosto, eu estava tão louco que aceitei, minha nossa, como aquela mordida foi gostosa, eu mal podia imaginar, meu coração estava quase pulando pela boca, e ela mordia mais e mais, e o meu sangue escorria, ela adorava essa imagem, e eu gostava de vê-la assim, mas infelizmente eu estava perdendo muito sangue, eu queria que ela parasse, mas relutei, pois eu queria que minha última imagem era ver aquele rosto lindo, olhando em minha direção.
Mas, a vida é uma coisa patética às vezes, eu acordei daquele lindo sonho, maldição, como o mundo é cruel, como a realidade gosta de brincar com a gente. Mas até hoje eu ainda visito o seu túmulo, na esperança de ver você de pé, da mesma forma que em meu sonho, eu faço de tudo para que um dia isso aconteça.
Bom meus caros, pelo que podem ver ela não era apenas um cadáver em decomposição, ela era mais que isso, ela era o amor da minha pobre existência, ela era uma zumbi adolescente."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.